30.7.10

DUAS PESSOAS?

Oiiiiiii genteeeeeee!!
Tudo bem?

Hoje é sextaaaaa!
Adoroooo!!!

Quero agradecer todos os emails e mensagens que vocês me mandam, obrigada de coração!

Para quem quiser falar comigo: renata@vaiserfeliz.com.br

Bom, hoje quero falar de um assunto meio tenso, mas nada que, conversando a gente não se entenda...

É possível amar duas pessoas ao mesmo tempo?

Sinceramente, minha opinião sobre esse assunto é muito pessoal, eu não acredito nisso, mas...

Acho que as pessoas que escreveram esses emails quiseram me perguntar sobre um rolinho ou outro e não estavam falando de amor de verdade!

Porque, como é que alguém ama duas pessoas exatamente do mesmo jeito e ao mesmo tempo?... Sempre vai ter um que vamos gostar mais do que o outro!

Ou não?

Já ouvi pessoas dizendo que amam dois homens porque um tem o que o outro não tem.

Isso é claro, né?

Ninguém é igual a ninguém!

Eu acho realmente que um amor verdadeiro é único!

Sabe, é normal sentirmos atração por outras pessoas, achar esse ou aquele bonito, mas amar mesmo de verdade duas pessoas??... não...

O que tem por aí é muita gente confundindo atração com paixão, e principalmente com amor.

Gente, gostar de ficar com uma pessoa é beeeeemmm diferente de amar, sabia??

Claro que pode ser super bacana, gostoso e divertido ficar com um carinha, mas amar, amaaarrr?
O buraco é mais embaixo!

A verdade é que, a maioria das pessoas fala que ama outra sem saber se ama mesmo... fala porque está louca de paixão, fala porque está louca de tesão, enfim, por vários motivos.

Mas o amor verdadeiro vem aos poucos, está em todos os detalhes e principalmente nas horas em que a pessoa mostra seus defeitos!

Se não aceitamos os defeitos dos outros, não é amor!

Não estou falando que todos os erros tenham que ser aceitos só porque você o ama, mas, entender e aceitar os defeitinhos básicos dele faz parte!!!

Assim como eles entendem e aceitam nossos defeitinhos, tais como TPM, mau humor pela manhã, essas coisinhas que toda mulher, ou pelo menos a maioria tem!

E quando surge um amor de verdade na nossa vida, normalmente nos dedicamos de corpo e alma, damos toda a atenção que podemos a esse sentimento e tudo o que isso envolve, não é?

Agora me digam... como vocês podem conseguir dividir essa atenção?

Muito difícil pra mim.

Hoje em dia já é trabalhoso administrar uma pessoa na nossa vida, quanto mais duas ou três.

Tem que ter muito tempo disponível e muitoooooo amor pra dar!

Eu tenho mesmo muito amor pra dar, mas prefiro me concentrar numa única pessoa... é melhor, mais gostoso, e a gente se sente muito bem!

Arrumar dois, três, quatro casinhos não dá, a coisa fica superficial e não posso acreditar que algum deles seja amor verdadeiro, porque quando é, não temos a menor vontade de ficar com outras pessoas!

Pra quê?

Pra criar confusão, peso na consciência e ainda correr o risco de ser descoberta?

Deus me livreeeeee!!!

Eu sou meio careta pra esse tipo de coisa, sempre fui (mesmo, não é demagogia!) fiel!

Algumas vezes até pensei em mudar meu jeito, depois vi que algumas pessoas que eu tanto respeitei não fizeram o mesmo.

Mas, cheguei a conclusão que pra mim, é melhor sempre ser como eu sou!

Desse jeitinho... FIEL MESMO!

E, se por acaso alguém pisar na bola comigo o problema com certeza não será meu!

A consciência pesada com certeza não será minha, e o arrependimento de ter errado e perdido uma pessoa bacana não será meu também!

Por isso prefiro fazer as coisas certinhas.

E acho que todos deveriam pensar assim, afinal de contas, se você gosta de alguém de verdade, pra quê ficar com outra pessoa?

É tão bom com ela!

Se todo mundo pensasse duas vezes antes de fazer essas coisas, existiriam muito menos pessoas no mundo arrependidas e infelizes!

Grande beijooooo!
Bom fim de semana pra todo mundo!

AUTO ESTIMA ELEVADA SEMPREEE!!!

Um comentário:

*Maluh Mah* Marinha Luiza disse...

e é por isso que eu acho que amor é pra vida toda.
A gente pode até se apaixonar de novo, mas amar, amar não.
Pq o amor vem uma vez só e fica pra sempre...