24.8.11

A VIDA É FEITA DE CICLOS

Por Carol Meneguetti

"Tudo tem começo, meio e fim.

Curtir o começo, construir durante o “meio” e ter sabedoria para enxergar o fim, quando ele chega, faz parte do processo de crescimento.

Lutar pelo que queremos é muito diferente de insistir em algo que visivelmente não nos faz bem, e mais ainda, é diferente de insistir em algo do qual simplesmente não queremos abrir mão.

Certas relações viram vícios em nossas vidas, como se os poucos segundos de carinho cedidos pelo outro se tornassem alimentos para nossa alma apagando todos as outras muitas horas de choro e tristeza.

E, muitas vezes, nem há o pouco de carinho.

Há apenas a necessidade de não estar sozinho ou as lembranças de um passado bom, mas que passou.

E se passou para um dos dois, é fato que é passado – fim do ciclo.

Comodismo, medo do novo, insegurança...seja lá qual for a razão, é preciso amor para enxergar que se sentir sozinho no meio de uma relação ou implorar mil vezes pela volta de alguém não é saudável de nenhuma forma.

E esse amor tem nome: amor próprio.

Brigar pelo que não existe é muito mais dolorido que deixar o tempo colocar as coisas no lugar, e com certeza, muito mais limitado do que se abrir para o novo e acreditar em nossa própria capacidade de recomeçar, de viver.

E, quando temos a coragem de dar um passo a frente com esforço para construir a nossa própria felicidade, sem que ela dependa de nada ou ninguém, sobra tempo (e forças) para termos carinho pelo passado, sem mágoas, usando o que aprendemos com o fim do ciclo para nosso próprio crescimento.

Lâmpadas queimadas não têm concerto. Gaste sua energia procurando sua própria luz!"

AUTO ESTIMA ELEVADA SEMPREEE!!!

Um comentário:

Jana disse...

nossa arrasoooOU bjo