20.12.11

FLOR DE MAIO

Por Carol Meneguetti

Tenho em casa um vaso com “flor de maio”. É linda essa flor e é uma graça quando ela fica cheinha. Só tem um problema: minha flor de maio só floresce em setembro.

Pois é. 

Enquanto os vasos da vizinhança estão cheios de flores das cores mais variadas, o meu está lá, vazio. 

Sem nenhum sinal de cor.

Passam os meses e, quando já me esqueci das “flores de maio” meu vaso se enche de brotos ficando colorido e enfeitado. E aí, minha flor de maio reina absoluta no mês de setembro.

E quem disse que ela está errada, hein? Pode ser diferente, pode ser contraditório, mas é assim que ela é.

O tempo certo dela não é igual ao das outras, mas quando ela floresce é, simplesmente, perfeita.

Já parou pra pensar que em nossas vidas há muitas “ flores de maio” como essa?

Sim. 


Temos diversas flores que aparecem em épocas totalmente impensadas de nossas vidas e que, muitas vezes, vão na contramão daquilo que considerávamos o ideal.

Mas e se o maio correto dessas flores  for como o da minha: em setembro? Qual o problema? É o vaso da vizinha que floresceu antes? É o medo das flores não serem iguais às outras?

Não. Seu vaso floresce na hora certa. E se florescer duas vezes, saiba apreciar as cores que ele lhe 
propicia.

Não existem pessoas erradas no momento certo ou vice e versa. As pessoas certas, aparecem no momento certo, no “maio” certo, mesmo que esse seja em setembro depois de indas, vindas, desencontros ou surpresas.

O que é verdadeiro, o que dura, está acontecendo na hora certa. Simples assim. Sem desculpas ou justificativas.

Dê uma chance para sua flor de maio.


Afinal, por experiência, posso dizer que as flores de setembro, são incríveis!



AUTO ESTIMA ELEVADA SEMPREEE!!!

2 comentários:

Michele Santti disse...

Sempre passo aqui e leio, mas hoje preciso comentar para deixar aquele abraço especial de fim de ano.
Entro de férias, então, até 2012, com muita energia positiva.

Boas Festas!

guilherme disse...

Adorei o artigo!
Ele ilustra bem esse momento atual em que todo mundo parece querer tudo, agora..que parece ter pressa de chegar a algum lugar, quando o que realmente importa é a caminhada, a construção.

Acho muito engraçado ler livros de auto ajuda que pretendem ensinar como se chegar ao sucesso. Nos livros, ele até parece ser um lugar em que se chega e ganha um título: Eu tenho sucesso!

Minha concepção é totalmente distinta, sendo o sucesso e a felicidade estados que temos que lutar para manter, mas sempre com a certeza de que em algum momento..por um motivo ou outro...seremos um pouco mais ou menos felizes.

Manter a visão numa meta, não num objetivo, ajuda a lidar melhor com os momentos adversos, sabendo de sua efemeridade. isso nos possibilita pensar bem nas situações e tirar sempre o melhor de cada evento negativo.

Por fim, numa analogia com o texto, uma planta não nasce portando belas flores que a ornam, tudo faz parte de um grande desenvolvimento, que envolve vitórias e derrotas..enfim, um grande processo de construção.

Então, não há também que se perder tempo aguardando pelo aparecimento do jardineiro perfeito, mas estar pronto para arregaçar as mangas e cuidar do seu jardim....assim, certamente florescerão as mais belas flores.