29.1.09

Bom diaaaa!!!
Tudo bem gente??

Comigo tá tudo bem também... vamos indo, né?
Alguns percalços pelo caminho, mas faz parte, afinal, o que seria de nós se tudo fosse perfeito?!
A vida não teria graça!!!

Hoje é quintaaaaa... comecinho do final de semana!

Ai que delíciaaaaa!!!

Agradeço imensamente sempre o carinho de vocês comigo... é um privilégio mesmo poder contar
com tanta gente bacana me apoiando!

Quero agradecer ao pessoal da All Tv, que sempre me tratam com um carinho gigantesco também, e a todos que participaram do programa ontem!

Adorooooooo!!!

Bom, quem quiser falar comigo já sabe: consultoriasensual@hotmail.com ou as.conselheiras@hotmail.com

Para quem prefere uma opinião masculina (e ótima): dr.coracaopartido@hotmail.com

E vamos em frente!!!

Essa semana o assunto é sério, né?

Esse negócio da gente tomar um fora não é nada fácil, muito menos legal!

É impressionante como nosso emocional fica abalado, né?

Quando contei pra vocês no final do ano que meu namorado me deu um fora, confesso que foi muito difícil passar pelos dias seguintes, pois era reveillon e a gente tinha combinado de passar
juntinhos...

E eu, não conseguia entender os motivos dele já que tudo parecia estar bem.

E sabem o que eu acho hoje?

As pessoas estão muito intolerantes... elas não tem paciência umas com as outras mais, e esse negócio de namorar ficou meio que “simples”, pois se seu namorado ou namorada te irrita um
pouquinho, é fácil... termina!

Ser tolerante? Pra quê??
Ser companheiro nas horas difíceis? Pra quê??
Ser amigo?... Pra quê??

E brincar com o sentimento do próximo ficou a coisa mais fácil do mundo!
Afinal... posso encontrar um melhor na próxima esquina!

Certo? Nem sempre...

Eu, como falei ontem, acho que não é o fim do mundo quando um namoro acaba, que tudo passa e que temos que estar preparadas para levantar a cabeça e dar a volta por cima!

Porém, acho também que antes de pensarmos em terminar um namoro por bobeira, temos que colocar na balança se é isso mesmo o que a gente quer!

Ver o quanto a pessoa nos faz bem, o quanto ela está presente nos principais momentos da nossa vida, e principalmente analisar com carinho a situação...

Será mesmo que um único erro que ela cometeu é motivo suficiente para terminar uma relação que pode muito bem dar certo?

Gente... todo mundo erra na vida, sabia???

Calmaaaaaa... não falo de traição, peloamordedeus! Aí já entra numa outra discussão...

Falo de bobeirinhas mesmo, porque pelo que tenho visto, a maior parte das histórias que escuto são de namoros que acabam por coisas bestas!

Incrível, mas é isso!

Imaginem se na época dos nossos avós eles fossem brigar e se separar por qualquer coisinha???

Não existiriam casamentos duradouros!

E a gente hoje acha que namorar por 6 meses já é um tempão!!!

Peloamor!!

Acho que nossa geração, principalmente a mais nova que vem por aí, está com os valores muito
distorcidos e a tendência é piorar, infelizmente!

Mas creio que valha a pena a gente dar uma olhadinha pra trás e ver o quanto é bacana e
importante pra nossa vida ter um relacionamento sério e que nos passe segurança...

Faz bem pra qualquer ser humano saber que você tem uma pessoa que pode contar sempre...
...Que quando acontecer alguma coisa boa você vai querer dividir com ele suas alegrias...
... E quando acontecer uma coisa ruim, ele vai estar lá pra te ajudar!

Por isso, vamos ser mais tolerantes, tentar brigar menos e dar mais amor, mais carinho, mais atenção...

Se ” ele” não está bem hoje... vamos tentar entender o porque ao invés de brigar, não é muito mais fácil tentar ajudar?

Mais fácil e mais inteligente, afinal a gente não sabe se amanhã somos nós que vamos precisar de ajuda, né?!

Pensem nisso...

Grande beijooooo!!!

Até amanhã!!!

4 comentários:

Fernanda disse...

É,flor,realmente vc tocou no ponto critico da história,os casamentos de nossos pais,avós,bizavós e etc...podemos dizer que esses são bons exemplos de tolerância,pois não é fácil levar um casamento por 15,20,30 anos,txiste uma série de provações,mas creio eu,que se esse casamentos duram tanto,é porque existe amor realmente,e acho que a juventude poderia relevar algumas coisas sim,não falo de TRAIÇÕES,,mas quando a pessoa tám um pouco seca,estressada,e acaba sem querer descontando no companheiro,discussões,e talz,,se elas realmente se amam!bjo...

Tassya Camila disse...

P E R F E I T O !

Nossa Rê, ajudou muito eu ler isso hoje!

Bjs Tassya Camila

Anônimo disse...

Bom ler isso!
Vc as vezes fala o q eu to pensando Renata.
Obrigada pelas palavras.
um beijão!

Rosana S.

Anônimo disse...

Concordo plenamente com você.
As pessoas estão perdendo muito a paciencia umas com as outras, ta triste mesmo.
espero que todo mundo leia seu texto rsrs.

Beijo.
Aninha